14 de out de 2009

Implantação de Roçado Ecológico no Município de Forquilha

Na comunidade Rasteira, município de Forquilha - CE, o Projeto Rio Acaraú, Floresta e Desenvolvimento Sustentável acompanha mais uma implantação de Roçado Ecológico no bioma Caatinga, como proposta Agroecológica de convívio com Semi-árido e combate a Desertificação. Uma iniciativa de Agricultores da comunidade Rasteira que juntos buscam melhores safaras e um manejo agrícola sustentável para seu município.

Foto:Eli Briseno

A forma de plantio convencional colabora para o aumento do desmatamento, pois com o uso do fogo o agricultor degrada suas terras que produzem por apenas dois anos, sendo necessário que novas terras sejam desmatadas para a realização de novos plantios.
O roçado Ecológico vem para fixar o plantio dos agricultores utilizando técnicas que possibilitem o uso da terra de forma sustentável.

Foto: Eli Briseno

Técnicas com o enleiramento dos garranchos e a manutenção de 200 árvores por hectare garantem o ciclo de nutrientes no solo o que garante todos os anos a possibilidade de novos plantios.

O Roçado Ecológico é uma parte do sistema agrossilvopastorio desenvolvido por Dr. João Ambrosio enquanto técnico da EMBRAPA caprinos em Sobral, consta da parte Agrícola do sistema.
Foto:Eli Briseno
A biodiversidade e a variação de culturas são fundamentais para a segurança alimentar no campo, bem como a manutenção e valorização da vida na Caatinga.

Apostando em experiências exitosas como a de Sr. Paulo na Comunidade Trapiá no mesmo Município e no apoio técnico prestado pelo Instituto Carnaúba é que fez os agricultores juntos trabalharem uma área de 10 hectares com a promessa que chegaram aos 15 hectares até o termino deste ano.

Iniciativas como estas da agricultura familiar que devem ser multiplicadas com a esperança de dias melhores para o nosso sertão e cada vez mas melhorarmos nossas intervenções dentro da nossa rica e tão resistente Caatinga.







3 de set de 2009

Instituto Carnaúba realiza seminário em Barroquinha - CE, com representantes dos assentamentos de reforma agrária.


O seminário teve o objetivo de sensibilizar e conscientizar os assentados a se comprometerem na retirada da palha da carnaúba dos assentamentos, bem como o esclarecimento de dúvidas sobre a proposta técnica, crédito e comercialização. Sendo realizado no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais – STTR de Barroquinha – CE, contamos com a presença de técnicos do INCRA, representantes do Banco do Nordeste - BNB e técnicos da CAPACIT. Iniciamos com a apresentação institucional da CAPACIT que expôs o objetivo do trabalho com os carnaubais dentro dos assentamentos explicando qual seria a intervenção do instituto carnaúba do referido processo. Com a palavra Osvaldo iniciou sua apresentação resgatando todo o trabalho realizado na semana anterior ao evento dentro dos assentamentos Jatobá, Ilha dos Fernandes, Lagoa do Mato e Carnaúba Furada, mostrou a metodologia das reuniões e os resultados das discussões para então mostrar um documento enviado pelo escritório da CONAB ao instituto Carnaúba com os dados de compra de pó e de cera de carnaúba pelo governo federal, explicando os preços e os projetos da CONAB, Osvaldo enfatiza os orçamentos realizados nas reuniões e convida Eli Briseno para apresentar as planilhas com os orçamentos desenvolvidas nas reuniões com cada assentamento. De ante dos dados tivemos a intervenção da Agente de Desenvolvimento do Banco do Nordeste – BNB, Lúcia Sobreira na busca de entender melhor os dados ali expostos. Os agricultores questionaram sobre suas dividas no banco e como ficaria a situação dos devedores dentro do processo de retirada da palha da carnaúba. De ante da preocupação Daniel Lima, gerente do PRONAF – BNB/Granja, explicou como seria realizada a renegociação das dividas dos assentados e construída uma agenda de visita aos assentamentos para a regularização dos assentados. Surgiu uma nova problemática, a Declaração de Aptidão ao PRONAF – DAP, que é um documento necessário ao crédito, com a dificuldade na emissão do documento pelo INCRA, assim José Valter técnico do INCRA, se comprometeu em enviar ao setor de elaboração da DAP um relatório dos trabalhos ali discutidos e com o pedido de liberação das referidas DAPs.
O Instituto carnaúba saiu da reunião com uma agenda de retorno aos assentamentos para preparação dos planos de trabalho.

Por: Eli Briseno

29 de jul de 2009

Instituto Carnaúba participa da Reunião da RIS - Rede de Intecambio de Sementes no Assentamento de Morgado - Massapê

Coordenadores/as das casas de sementes associadas a Rede de Intercambio de Sementes - RIS, coordenada pela Cárita diocesana de Sobral, estiveram reunidos no Assentamento de Morgado, município de Massapê, onde comemorou-se a "festa da colheita" realizada nos dias 24 e 25 de julho de 2009. O Instituto Carnaúba se fez presente através do Prof.Osvaldo Aguiar e Eli Briseno, onde fizeram uma apresentação, seguindo de um debate, sobre mudanças climáticas. Além de terem socializados junto aos presentes a proposta de fortalecimento das casas de sementes já existentes no municpio de Santana do Acaraú, bem como, criar casas de sementes nas comunidades onde ainda não foram formadas. Para tanto, o Instituto Carnaúba em parceria com a Instituição Save The Children - Suécia, assinaram um convênio no sentido de apoiar esta iniciativa, já que grande parte dos agricultores familiares perderam suas safras devido as enchentes. Este projeto tem como uma das atividades realizar um curso de agroecologia para esses agricultores em seguida a formação de suas casas de sementes nativas, crioulas, advidas da produção de sementes de outras casas já com capacidade de venda de sementes para outras comunidades. Cada agricultor que participar do curso receberá um quantidade de semente para repôr a que ele perdeu na safra.